domingo, 11 de abril de 2010

Cantarolo

penso, logo me alimento
do intento de nutrir pedras
e poder digerir moedas

a família montechapuleta
comemora nova festa
um tio atira no outro

eu sonhava em ser careca
hoje penso em passar fome
cantarolo sem rabeca:

esqueci-me do meu nome.

2 comentários:

Felipe Chaves disse...

Tenho a maldita e perceptível inépcia de nunca conseguir comentar em poemas (embora eu realmente sempre queira muito).

Límerson disse...

eu mesmo agora também não seio quecomentar (embora também queria uma réplica)

Pesquisar este blog