sábado, 10 de agosto de 2013

Mãos à dobra

The Silent Enigma - Francisco Reina
A sombra das obras e as sobras dos ombros, incômodos numa casa que se desdobra. A rodoviária da casa ainda está em obras. As pessoas às vezes reclamam, ou apenas dão risada, quando pesquisam distraídas. E nos espelhos, passantes das máscaras passantes, a convicção econômica de que alguma passagem foi profanada. Espelhos indexados nas paredes Google. Ainda estão em obras as estradas da casa.

Abre a janela com espelhos e acena para a câmera web um corpo nu, apenas com passagens nas mãos. Ao que o reflexo ri e reclama da sombra, apenas com passagens nas mãos. Enquanto sobra o inacabado vão se abrindo as janelas. Às vezes reclamam, às vezes dão risada. Os melhores cálculos apontam para o desvio ideal. A sombra das obras e as sobras dos ombros, incômodos numa casa que se desdobra.  



Nenhum comentário:

Pesquisar este blog