segunda-feira, 31 de março de 2014

Assombro arribado em desprendimento




Movimentos modulares de intensificação indo e voltando entre pêndulo e medula, entre pêndulo e moldura. Os olhos nos dentes e os dentes nos olhos. É tudo tão rubro e pequeno sobre o caranguejo púrpuro. Lua e véu emergem da janela em pernas. Grava o ar ceifado entre os membros. Um corpo que tomba desprende da própria sombra. Ele olha os olhos e os dentes, e leva a pergunta nos braços, mas o que ele trás nas mãos em destaque pertence ao cenário de fundo, lança das colinas.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Versão vídeo
Edição e câmera- me
video

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog