quarta-feira, 23 de julho de 2014

Árvore-Tipo - Performance de Reza Interior que Molha Papeis

Última versão da performance Árvore-tipo, inspirada na leitura de 'Marcel Duchamp ou o Castelo da Pureza' de Octavio Paz. Performance de molhar folhas de papel com escritos diversos, que comportam cerca de 10 anos escrevendo. Enxaguar os papeis. E ainda sobraram muitos papeis secos. Como é de costume o último ato nos leva a pelo menos outros cinco últimos atos, que levam a pelo menos mais vinte e cinco últimos atos cada um. É, deve ser realmente o fim.

Agradeço ao Aran Carriel pelo espaço no evento secreto, e às bandas e ao público com quem dividimos o espaço. Obrigado também ao Walace Brassero ator e jardineiro telecinético com quem trabalho desde bons tempos, e as criações/execuções musicais junto ao Outro Núcleo de Espetacularidades pelo músico Marcos Tamamati. Finalmente, obrigado pelos registros, dessa performance e da anterior, em foto e vídeo, pela Andreia Costa e Diego Pessoa

O primeiro ato desse processo ocorreu em Bauru no ano passado, bruxaria deste vídeo. Depois vieram as performances no Exílio ArtPub, no Espaço Protótipo e em Lençóis Paulista. Patrocinado por nenhuma empresa e aprovado por nenhum edital de nenhuma instituição, por isso obrigado por acompanhar esses trabalhos. São importantes porque marcam a continuidade da poesia e da performance na minha vida depois de voltar a morar em Bauru. É importante encerrá-los, realizar a última versão destes, para ficar de novo sem ter pra onde ir, ter de começar de novo, à partir de outra abertura. São giros disruptivos que permitem a continuidade.

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog