terça-feira, 30 de junho de 2015

Mas isso não vem ao acaso I

Foto - Carlos Félix
Performance "Orquídea e Vasilisa", Outro Núcleo de Espetacularidades, Curitiba, 2015

Uma atriz estava gritando entre o final da encenação para escandir a rouquidão e o final da realidade. Lembrou que nem papagaio eu soltava porque não tinha linha para falar. Lembrou que eu já fui passarinho quando tinha um par de aspas.


Mas isso não vem ao acaso. 

Nenhum comentário:

Pesquisar este blog